Skip to content


arte de rafael marotti

A LITERACIA convida amigos e clientes para uma visita à  exposição do artista plástico RAFAEL MAROTTI RICARDO apresentando vários trabalhos representativos de seu acervo, sob o sugestivo tema “Da Leitura à Releitura”. Os quadros estão à venda por preços interessantes para os investidores em arte de boa qualidade. A exposição deverá permanecer aberta à visitação pública até o 18/06. Esperamos por sua visita  pré agendada via email ou pelo telefone 12 32047741.

Curadoria: Fabio Sapede – Ateliê DeEtser


Posted in Destaques.


violada

Dia 26 de maio, às  20 hs. A LITERACIA convida amigos e clientes para mais uma apresentação do projeto Circuito Violada SJC, com Arnaldo Freitas tendo como anfitrião o musicista e violeiro Bruno Sanches. Este projeto prevê encontros continuados em vários locais do Estado de São Paulo abrindo possibilidades de apresentação para os violeiros de todo o Brasil. Por enquanto o circuito abrange a cidade de São Paulo e São José dos Campos tendo a Literacia como referência deste circuito.


Conheça um pouco sobre o Arnaldo no release abaixo!
Arnaldo Freitas, com sua técnica apurada e interpretação emocionante, é considerado um dos principais violeiros da nova safra da música instrumental brasileira. O instrumentista destaca-se por sua habilidade com a viola caipira, influenciado, principalmente por Tião Carreiro e pelos diferentes universos das cordas de Paco de Lucia e Andrés Segovia.

Integrar, por uma década, o casting da TV Cultura, como violeiro-instrumentista do ‘‘Programa Viola, Minha Viola’’ – vitrine para todos os violeiros do país e para música popular brasileira – apresentado por Inezita Barroso e ser premiado como melhor instrumentista de viola do Brasil pelo “Festival Voa Viola” realizado em 2010 pela Caixa Econômica Federal, concomitante a uma turnê realizada na Europa, são alguns dos destaques da carreira deste artista sagrado pelo violeiro que é.

Em seus concertos com viola caipira Arnaldo Freitas traz um repertório composto por clássicos de Tião Carreiro, Bambico, Angelino de Oliveira, Mário Zan, Ernesto Nazareth, Dilermando Reis, dentre outros, sempre com arranjos ousados, marca registrada do violeiro, que executa também obras autorais, mostrando sua versatilidade e influências de outros ritmos e vertentes musicais, como o choro, o flamenco e a música de fronteira.

Veja: https://www.facebook.com/livraria.literacia/

Posted in Destaques.